jump to navigation

Teste para a distinção precoce de Esclerose Múltipla e Neuromielite óptica chega ao Brasil 13/11/2013

Posted by Esclerose Múltipla in Espaço médico, Utilidade pública.
trackback

Já está disponível para os laboratórios clínicos brasileiros, o teste Aquaporina, de extrema importância no diagnóstico diferencial entre neuromielite óptica e esclerose múltipla.

A finalidade do teste é a detecção de anticorpos anti-aquaporina 4, que serve para diferenciar a Neuromielite Óptica da Esclerose Múltipla, principalmente nos pacientes em fases precoces, que apresentaram um único ataque de mielite longitudinal extensa e que provavelmente vão evoluir para a NMO clássica

A neuromielite óptica (NMO) é uma doença neurológica que sofreu grandes mudanças em seu entendimento fisiopatológico nos últimos anos. Classificada previamente como uma forma variante da esclerose múltipla (EM), passou a integrar o grupo das canalopatias imunomediadas.   Na neuromielite óptica há produção de autoanticorpos que provoca uma inflamação que leva a destruição com perda de células e fibras nervosas na medula espinal (mielite) e fibras nervosas no nervo óptico (neurite óptica). Vários outros locais podem também ser envolvidos. A descoberta do acometimento dos canais de água do sistema nervoso central (aquaporina) por autoanticorpos anti-AQP4, também foi crucial para que a doença fosse vista de forma diferenciada. O ataque propiciado pelos complexos autoimunes às regiões com canal de água, notadamente próximos às regiões ventriculares, nos nervos ópticos e ao redor do canal centra da medula, causa necrose desta região, o que leva ao desenvolvimento de lesões mais graves e de difícil recuperação quando comparadas com as lesões da EM.

A doença é mais frequente em populações da Ásia e da África e afeta pessoas de qualquer idade, embora seja mais comum em adultos de meia idade. As mulheres são mais susceptíveis à doença, numa proporção de até 8 mulheres para cada homem afetado. A neuromielite óptica é mais comum no Brasil que na América do Norte e na Europa, provavelmente por causa de fatores raciais.   Aquaporinas são moléculas proteicas que constituem um canal transmembranoso que permite a passagem de água e outras pequenas moléculas através da membrana celular. Há poucos anos foi descoberta a expressão da aquaporina 4 (AQP4) no cérebro.   O kit está sendo comercializados pela Genese Produtos Diagnósticos e já possui registro no Ministério da Saúde.

Fonte: Paranashop

%d blogueiros gostam disto: