jump to navigation

Governo implanta 1º Centro de Referência em Esclerose Múltipla da Paraíba 20/11/2012

Posted by Esclerose Múltipla in Utilidade pública.
trackback

O Governo do Estado vai inaugurar oficialmente, na próxima quarta-feira (21), o  primeiro Centro de Referência em Esclerose Múltipla do Estado da Paraíba (CREMPB). O serviço vai funcionar nas dependências da Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad), através da parceria entre as Secretarias de Estado da Saúde e da Educação.  A inauguração está marcada para as 9h, no auditório Jimmy Queiroga, na sede da Funad, em João Pessoa.

A neurologista Bianca Etelvina Santos de Oliveira, que vai coordenar o serviço, explicou que para que o Centro fosse implantado, a Funad, em conjunto com a Associação de Portadores de Esclerose Múltipla da Paraíba (APBEM) e a Secretaria de Estado da Saúde (SES), reformou o espaço, que está em funcionamento desde a semana passada.

O Centro terá a missão  institucional de fazer busca ativa para diagnóstico precoce e tratamento imediato dos casos suspeitos de esclerose múltipla encaminhados ao serviço e também realizar o acompanhamento e monitoramento dos usuários com diagnóstico definido.

A doença – A esclerose múltipla é uma doença crônica, autoimune, desmielinizante, que afeta o sistema nervoso central, ou seja, o cérebro e a medula, causando alterações de marcha e equilíbrio, disfunção esfincteriana, alterações de sensibilidade e força muscular, visão dupla, embaçamento visual, incoordenacão motora, entre outros sinais e sintomas. Ocorre frequentemente em adultos jovens (20 a 40 anos), do sexo feminino.

Bianca Etelvina disse que, no momento, a Associação de Portadores de Esclerose Múltipla da Paraíba tem cadastrado 129 portadores. “Acreditamos que temos muitos pacientes dispersos na rede, sem o cadastro e, assim, sem o diagnóstico”, completou.  Ela disse que a expectativa é atender cerca de 50 pacientes por mês.

Centro – Possui serviço de enfermagem, já que a medicação de uso contínuo é injetável, e um núcleo do Centro Especializado de Dispensação de Medicamentos Excepcionais (Cedmex), que atende no turno da manhã, de terça a sexta-feira, e no turno da tarde, às segundas-feiras. A enfermagem atende em ambos os horários. O atendimento do neurologista especialista em esclerose múltipla acontece na segunda-feira à tarde. Os serviços de psicologia, fonoaudiologia e fisioterapia são de responsabilidade da equipe de reabilitação da Funad.

“Haverá um treinamento da rede básica e da rede especializada para identificar esses pacientes e encaminhá-los para o CREMPB, com alguns exames já realizados e com a suspeita formalizada”, afirmou a neurologista. Bianca Etelvina explicou que a medicação de uso contínuo é fornecida pelo Ministério da Saúde e distribuída pela Secretaria de Saúde do Estado, por meio do Cedmex.

Segundo ela, o objetivo do Centro é fazer o diagnóstico e tratamento precoce, tentando evitar o acúmulo de incapacidades motoras, melhorando a qualidade de vida do portador de esclerose múltipla; treinar a rede básica e especializada na identificação e cuidados desta doença e divulgar o centro e a esclerose múltipla para a população em geral, entre outros.

As instalações físicas do CREMPB são compatíveis com as normas de acessibilidade arquitetônica e com os serviços nele ofertados, dispondo de ambientes para recepção das famílias, dos pacientes com esclerose múltipla; para atendimento individual e familiar; trabalho em grupos e reuniões; além das áreas convencionais de serviços.

“O ambiente é acessível e acolhedor para facilitar a mobilidade de usuários, profissionais e familiares, a expressão das necessidades e opiniões, garantindo privacidade e preservação da integridade e dignidade dos usuários”, finalizou Bianca Etelvina.

A equipe multiprofissional do CREMPB é composta por médico neurologista, enfermeiro, técnico de enfermagem, assistente social, fisioterapeuta, psicólogo, fonoaudiólogo e farmacêutico. O CREMPB deve funcionar em articulação com os demais serviços públicos de saúde, principalmente com os hospitais para atendimento às intercorrências dos pacientes com esclerose múltipla, e demais instituições do SUS, no intuito de estruturar uma rede efetiva de promoção, proteção e recuperação da saúde das pessoas com esclerose múltipla.

Para outras informações sobre o serviço, a população pode ligar para os telefones (083) 3214-7879, 3243-8466 e 3243-8763, ramal 206.
Fonte: Paraiba.com.br
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: