jump to navigation

Pacientes com esclerose múltipla podem praticar esportes? 20/07/2012

Posted by Esclerose Múltipla in Qualidade de vida.
trackback
Olimpíadas pela frente, e nesses tempos sempre aparecem histórias interessantes para serem contadas.
.
Rafalca e seu parceiro e treinador Jan Ebeling. Este animal tem ajudado e muito Ann Romney a cuidar de seus músculos e nervos degenerados pela EM.
.
A última, e bem atual dessa Olimpíada de Londres, é a participação de uma figura ilustre nas provas de adestramento do hipismo: a americana Ann Romney, esposa do candidato a presidência dos EUA Mitt Romney. Ann, portadora de esclerose múltipla, é co-proprietária de Rafalca, animal de 15 anos de idade que vai competir nas provas de Londres com a equipe americana de hipismo. A própria Ann já disse em vários veículos da mídia que as atividades de adestramento praticadas com o cavalo ajudaram muito a melhorar a sua auto-estima e a sua condição física, e é por isso que a história é muito bacana e com certeza vai repercutir muito bem durante os jogos.
.
A esclerose múltipla é uma doença degenerativa, que afeta muito os músculos. Ela é definida como uma doença neurológica crônica, que se caracteriza por uma lesão do sistema nervoso central, usualmente progressiva e que não tem cura.
.
A esclerose múltipla afeta a bainha que recobre os nervos, chamada de mielina. Isso afeta os impulsos nervosos, e vai fazendo que com o tempo o paciente tenha muita dificuldade para funções motoras diversas. A atividade esportiva pode ser uma boa opção para os pacientes, e pode fazer parte de todo tratamento multidisciplinar nesse grupo de pacientes.
.
É conhecida também como esclerose em placas ou doença desmielinizante, pois transforma em placa endurecida a mielina que recobre e isola as fibras nervosas destinadas aos impulsos do cérebro, do nervo óptico e que vão até a medula espinhal. Isso dificulta o controle de várias funções orgânicas tais como visão, o andar e o falar, entre várias outras funções fisiológicas.
.
Ao contrário do que muita gente pensa, ter esclerose múltipla (EM) não é motivo para evitar esportes. Estudos demonstram que as pessoas com EM que praticam regularmente algum esporte se beneficiam tanto física como mentalmente.
.
O esporte aumenta a força muscular e o bom estado em geral. Ele melhora a espaticidade, as disfunções de equilíbrio, as funções urinária e intestinal e alivia a depressão e a fadiga.
.
Sempre é recomendável conversar com o médico e o fisioterapeuta antes de iniciar um programa de treinamento, e normalmente não é recomendável se engajar em um esporte que requeira um esforço físico e psicológico excessivo.
.
O melhor para as pessoas com EM é praticar um esporte de nível leve a moderado. Normalmente indicamos anataçãocaminhadaequitação (como no caso de Ann Romney), ioga ou tai chi chuan. Se houver a possibilidade, esportes como o golfe podem também ser benéficos, pois não apresentam uma grande demanda física na sua forma amadora.
.
Programas mais avançados, com a ginástica aeróbia ou um programa rigoroso de musculação dependerá de sua capacidade física e você poderá ter que adaptar o programa às suas habilidades.
.
As sociedades locais e organizações da EM poderão apresentar detalhes sobre as atividades esportivas e clubes para pessoas com EM. Seja qual for a atividade escolhida, há algumas coisas que devem ser mantidas na mente – pessoas com EM:
.
  • Jamais devem se esforçar em excesso, especialmente no início da sessão. Elas devem ter condições de se recuperar e se sentirem bem em até uma hora após a sessão de atividades físicas ou treinamento;
  • Devem iniciar com sessões curtas de treino ou exercício e sempre se aquecer antes;
  • Não podem ficar exaustos, e devem planejar um tempo de descanso antes de começar, intercalando o treino com atividades de descanso entre um determinado exercício e outro;
  • Devem informar ao organizador ou líder das atividades e aos seus companheiros de atividades esportivas que são portadores da EM;
  • Devem evitar atividades ao ar livre durante o tempo quente e em ambientes ou espaços superaquecidos. Ambientes refrigerados ou com ar condicionado são muito mais adequados para as pessoas com EM; e
  • Devem ingerir bastante líquido e bebidas frescas antes e depois da atividade esportiva. É aconselhável que usem roupas térmicas especiais com um tecido respirável, por exemplo.
    .
    Fontes: Site da ACAEM (Associação Catarinense de Esclerose Múltipla) / Site Dressage News, especializado em notícias do adestramento na equitação

.

Fonte: http://www.neoesporte.com

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: