jump to navigation

A Esclerose Múltipla ao Longo do Tempo 10/07/2012

Posted by Esclerose Múltipla in Espaço médico.
trackback

Se você já está vivendo há algum tempo com esclerose múltipla

Se você já vive há mais tempo com EM, é possível que já tenha superado a raiva e o medo inicial. Porém ainda é fácil se sentir frustrado, especialmente se o seu tratamento não estiver funcionando tão bem quanto você gostaria. Pense na doença como uma maratona, ao invés de uma corrida curta. Você precisará permanecer forte e estabelecer metas de longo prazo. É importante fixar objetivos, na vida e com seu esquema de tratamento para a EM. Também é importante encontrar maneiras de permanecer ativo e participar de atividades que o mantenham se sentindo positivo(a). Algumas vezes são as pequenas atividades da vida diária, como caminhadas, andar de bicicleta ou nadar, que fazem a maior diferença.

E nunca se esqueça de que você é parte de uma comunidade maior de Esclerose Múltipla, com tantos recursos disponíveis para você quanto na época que você recebeu o diagnóstico. Por exemplo, muitas associações de pacientes com EM oferecem oportunidades para voluntários, permitindo que você coloque sua sabedoria e suas experiências para o bom uso de outros. Ser mentor de alguém que recém foi diagnosticado com EM tem dado a muitas pessoas um verdadeiro sentimento de orgulho, propósito e realização. Tornar-se ativo em sua comunidade e com grupos locais de EM é outra boa maneira de permanecer envolvido, informado e motivado.

Se a sua EM está progredindo mais rapidamente

Se a sua esclerose múltipla está avançando rapidamente e você está tendo dificuldade para lidar com os surtos, é vital conversar com seu médico. Muitas pessoas com EM viverão seu tempo normal de vida, e a maioria nem mesmo se torna gravemente incapacitada.1 Por isso é muito importante estabelecer uma relação de confiança com seu médico e manter aberta a comunicação sobre as opções de tratamento e qualquer outro assunto.

Conviver com a EM avançada pode ser um desafio. Para aprender mais, visite uma das principais organizações sobre a doença, onde você poderá encontrar informações sobre uma grande variedade de assuntos, incluindo tratamentos, opções de cuidados, grupos de apoio e materiais que podem ajudá-lo(a) a estabelecer objetivos, e reúna todas as informações que necessitar.

Está pensando em mudar de tratamento?

Ao longo do tempo, algumas pessoas podem considerar mudar suas medicações para a esclerose múltipla. É fundamental que, antes de fazer qualquer tipo de mudança, você converse com seu neurologista sobre suas preocupações. Pergunte a ele/ela sobre todas as opções que você tem, e pondere os benefícios e as desvantagens de fazer a mudança.

Cada pessoa experimenta a EM de uma forma diferente, e somente você poderá saber se fazer uma mudança de tratamento é a decisão correta. Assim reúna as informações, informe-se sobre o que outras pessoas estão fazendo e porquê, e converse com seu médico.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: