jump to navigation

Nova técnica dos EUA ‘anima’ doentes com esclerose múltipla 03/02/2009

Posted by Esclerose Múltipla in Espaço médico.
trackback

O presidente da Associação Nacional de Esclerose Múltipla recebeu hoje com «esperança» a notícia de uma nova técnica testada nos Estados Unidos em pacientes com a doença, baseada num autotransplante de células estaminais hematopoiéticas.

João Casais, que sofre da doença há mais de 30 anos, disse à Lusa que tem acompanhado os avanços das investigações médicas e que, «se fosse possível», ele próprio se candidataria a esta nova técnica.

A esclerose múltipla é uma doença inflamatória crónica do Sistema Nervoso Central que afecta em Portugal cerca de 5.000 pessoas e em toda a Europa 450.000, caracterizando-se por perda da capacidade de controlo da visão, locomoção e equilíbrio, entre outras funções.

«Tenho a doença há 37 anos e já paralisei três vezes, mas só há 18 anos é que ela foi detectada por uma ressonância magnética», afirmou João Casais, 57 anos, a quem os médicos disseram inicialmente que se trataria de um cancro no cérebro.

«Os estudos desenvolvidos com células estaminais são uma esperança e uma boa oportunidade para todos nós», sublinhou.

Fonte: Diário Digital (Portugal)

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: