jump to navigation

Bela adormecida 12/10/2007

Posted by Esclerose Múltipla in Qualidade de vida.
trackback

Dormir bem é fundamental para relaxar o corpo e a mente, garantindo mais saúde e disposição no dia seguinte. Conheça as sete ervas que irão ajudá-la a ter lindos e longos sonhos

Nada melhor do que, após um dia cheio de atividades, um banho maravilhoso e uma refeição frugal, entregar-se completamente à companhia suave e envolvente dos lençóis. Ao cair na cama, cada parte de nosso corpo parece agradecer a dádiva de passar as próximas oito horas em total repouso. Afinal, você sabe, uma boa noite de sono é imprescindível para repor as energias, descansar a mente, relaxar as tensões e se desligar completamente das preocupações diárias. Mas para conseguir adormecer profundamente é preciso estar tranqüila, pronta para se entregar aos consolos de um amigo muito fiel: o travesseiro. Com a correria diária, entretanto, nem sempre isso é possível. Pesquisas apontam que cerca de 70% dos brasileiros sofrem de insônia. Se, por algum motivo, você se encaixa nesse perfil, saiba que a natureza oferece uma série de recursos para driblar o problema. O melhor jeito de conseguir isso é recorrendo às plantas. Interessada? Então descubra quais são as sete ervas que lhe permitem sonhar com os anjos para acordar com pique total na manhã seguinte

As 7 ervas que combatem a insônia
Lavanda
(Lavandula officinallis)
Muito utilizado na aromaterapia, o óleo essencial dessa planta promove uma sensação de relaxamento e de calma extremamente benéfica ao sono. Além disso combate o estresse e a ansiedade.


Toques certeiros e olfato aguçado

A massagem é uma das maneiras mais rápidas e prazerosas de relaxar o corpo, dissolvendo as tensões que acumulamos no dia-a-dia. Ao fazê-la, priorize a região da nuca, ombros e os pés, que são muito sensíveis. Para tornar o ritual ainda melhor, você pode seguir a dica de Renata Campos, aromaterapeuta do espaço By Samia, unindo essência e toque. Deixe-se envolver pelos estímulos, o calor das suas mãos e o delicado aroma da lavanda.

Como fazer
Num recipiente, misture 3 colheres (sopa) de óleo de semente de uva, 8 gotas de óleo essencial de lavanda, 4 gotas de óleo essencial de laranja e 3 gotas de óleo essencial de manjerona. Envolva as mãos com uma boa quantidade da solução e massageie o corpo suavemente, sobretudo as partes mais doloridas.

Valeriana (Valeriana officinalis)
A valeriana é considerada um dos melhores calmantes do reino vegetal. Ela age no sistema nervoso central, combatendo a ansiedade, o esgotamento físico e mental. “Essa planta ajuda a adormecer mais rapidamente, sem causar uma sensação de desorientação ao despertar”, explica Adauto Luiz dos Santos, fitoterapeuta e professor da Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo.

A tranqüilidade em goles
Para aproveitar os benefícios dessa erva, o especialista indica um antigo aliado das noites bem dormidas: o chá. O ideal é tomá-lo cerca de uma hora antes de deitar-se, assim há tempo para a planta agir, serenando o corpo e a mente.

Como fazer
Numa chaleira, coloque água e a raiz seca (a proporção é de 1 xícara de água para cada colher da raiz). Tampe e deixe a mistura ferver por 10 minutos. Desligue e adoce a gosto, com mel ou açúcar mascavo. Beba o chá quando estiver numa temperatura agradável, de preferência ainda morno. Segundo os chineses, o calor ajuda o organismo a absorver melhor os princípios ativos.

Maracujá (Passiflora edulis)
Ao contrário do que muitos pensam, não é o fruto do maracujá, mas sim suas folhas que possuem efeito calmante. Sua atuação no sistema nervoso central é comprovada cientificamente e referendada, inclusive, pela medicina convencional. A planta trata casos de irritabilidade, impaciência e agitação, já que diminui a atividade das células nervosas. Dessa forma prolonga o período de sono.

Chás, massagem e aromas de plantas fazem você dormir profundamente

Xarope para acalmar os ânimo
Além de ser fácil de encontrar, o maracujá tem outra vantagem: o sabor de suas folhas é adocicado e, por isso, mais agradável do que outros tipos de ervas. Também pode ser empregada em várias receitas. Uma das opções é o xarope de passiflora, que você confere abaixo. A dica é de Alex Botsaris, estudioso de plantas medicinais e autor do livro Doce Vôo da Juventude, ed. Objetiva.

Como fazer
Num recipiente coloque de 7 a 12 gotas da erva seca e 750 ml de água. Para melhorar a extração dos ativos, acrescente 1 colher (sobremesa) de vodca. Cozinhe em fogo bem baixo por 5 a 10 minutos, mas não deixe ferver. Coe o preparo, retirando as ervas. Em seguida acrescente 3 colheres (sopa) de açúcar mascavo e vá engrossando o caldo, sempre em fogo bem baixo. Quando o líquido estiver mais viscoso e acastanhado, deixe por mais 5 minutos no fogo, então retire e deixe esfriar. Os adultos podem tomar 1 colher (sopa) cheia. Para as crianças, use 1 colher de sobremesa. Tome antes de se deitar.

Erva-doce e Camomila (Pimpinella anisum e Matricaria chamomilla)
Também conhecida como funcho, a erva-doce é famosa por seus efeitos digestivo, calmante e cicatrizante. Confere ao corpo uma gostosa sensação de refrescância e bem-estar. Já as pequenas e delicadas flores da camomila concentram potentes óleos voláteis, responsáveis pelos efeitos sedativo e antiespasmódico. “Ela alivia as dores musculares e dissolve as tensões nervosas”, explica Sueli Marini, terapeuta da Clínica Movimento Corporal, em São Paulo.

Serenidade a seus pés
Uma das formas mais gostosas de interagir com a natureza, aproveitando os poderes terapêuticos de suas ervas, é o escalda-pés. Numa receita que combina erva-doce e camomila, Sueli Marini ensina a preparar o físico e o mental para uma noite de sono revitalizante.

Como fazer
Use um balde ou uma bacia que acomode bem seus pés e cubra até metade da panturrilha. A água deve ser quente, mas suportável. Adicione um punhado generoso de cada erva (ou três de uma única erva escolhida). Se quiser, você pode acrescentar 10 gotas de extrato de arnica e 1 colher (sopa) de sal grosso. Eles aliviam dores e edemas. Aguarde 2 minutos e mergulhe os pés. Respire profundamente e relaxe. Depois de alguns minutos, friccione as ervas nos pés e na panturrilha para aproveitar ainda mais seus princípios ativos.

Capim-santo (Cymbopogon citratus)
Tem vários outros nomes populares, como capim-limão, capim-cidreira e capim-cheiroso. É uma das plantas mais utilizadas como calmante e sedativa. Pesquisas indicam também sua ação antiespasmódica e analgésica.

Néctar do sono
Não é todo mundo que gosta de chá, não é mesmo? Seja pelo sabor ou pela temperatura, há quem prefira um bom suquinho. Se você é um desses, não se preocupe. Aproveite a dica de Paula Corrêa, nutricionista da Clínica Equilíbrio Nutricional, de São Paulo. A receita é feita com maçã que, além de ser uma delícia, tem ativos relaxantes e favorece o sono.

Como fazer
Corte uma maçã pequena (com casca) em cubinhos e quatro folhas de capim-santo de maneira grosseira. Ferva por cerca de 10 minutos e coloque em um copo, sem a água da fervura. Adicione o adoçante de sua preferência e amasse com um socador, daqueles de preparar caipirinha. Adicione 2 copos de água e espere esfriar. Complete com gelo e sirva a seguir.

Melissa (Melissa officinalis)
Conhecida popularmente como erva-cidreira, é tida como um remédio eficiente no tratamento de doenças nervosas, como a histeria e a melancolia, promovendo relaxamento e segurança. Dessa forma controla as crises de ansiedade e ajuda a acalmar os pensamentos dos mais agitados.

Conforto que acolhe
Além de sustentar a cabeça de maneira agradável, propiciando o alinhamento da coluna vertebral, o travesseiro pode contar com alguns toques especiais que tornam o momento de dormir ainda mais gostoso. Pequenos sachês de óleo essencial, localizados em seu forro, estimulam o olfato e trabalham o plano emocional, ajudando a desacelerar quando o sono começa a bater. “O travesseiro aromático de melissa auxilia quem pensa demais e acaba levando para cama seus problemas. Também podem recorrer a ele pessoas muito ansiosas, que passam noites em claro estudando as possibilidades do dia seguinte”, explica Maria Inês Monteiro, terapeuta holística da cidade de Santos. Esse tipo de travesseiro tem validade de um ano e, para que os princípios ativos sejam reforçados, uma vez por semana deve ser colocado sob o sol.

Conheça outras dicas práticas para dormir bem:
Prepare o seu quarto:

 § As cores desse ambiente exercem influência sobre as nossas noites de sono. Algumas, como o laranja e o vermelho, estimulam a mente e ativam a energia. Por isso, não são indicadas para o quarto. Prefira tons neutros e pastéis, que possuem efeito tranqüilizante.

§ A iluminação é outro fator importante. Um ambiente escuro induz o relógio orgânico a iniciar o ciclo noturno, desacelerando suas atividades e se preparando para o repouso.

§ Barulhos e ruídos colocam a nossa mente em estado de alerta e dificultam um sono tranqüilo. Por isso, cuide para que seu quarto seja um ambiente bastante calmo e silencioso. Se você tem o costume de deixar a TV ligada enquanto tenta pegar no sono, uma boa solução é substitui-la pelo rádio. Escolha músicas suaves e deixe o volume bem baixinho.

§ Experimente colocar nas gavetas de lençóis e fronhas bolhinhas de madeira embebidas em lavanda. Se preferir, você pode diluir um pouco dessa essência em água e borifar na roupa de cama, quando for passa-la. Esse aroma leve e reconfortante é um convite ao sono.

§ Prefira os lençóis de algodão ou seda, que além de serem naturais, não agridem a pele.

Outras dicas

§ À noite, tenha uma refeição comedida. Antes de se deitar, um chazinho ou um copo de leite quente são bem-vindos. Eles ajudam a relaxar e aquecem o corpo.

§ Praticar uma atividade física durante o dia ajuda a dormir bem. Essa é uma das melhores formas de liberar o estresse e relaxar o corpo.

§ Fixe uma rotina. Ter horários mais ou menos definidos para dormir e acordar ajuda a ajustar o nosso relógio biológico.

§ Só vá para a cama quando já estiver com sono. Assim, seu cérebro entende que aquele é o local de dormir e não o relaciona a outras atividades. Quando for ler ou assistir TV, escolha um outro ambiente.

§ Os problemas que não foram resolvidos durante o dia, não terão solução durante a noite. Por isso, o melhor a fazer é relaxar e dormir. No dia seguinte, você acordará bem disposta e poderá correr atrás do que precisa.

§ Se você é daquelas que levantam com pouca disposição, tente o seguinte: ao acordar, coloque no difusor algumas gotinhas de óleo essencial de alecrim ou hortelã. Eles ajudam a preparar o corpo e o humor para mais um dia.

Fonte: Revista Estilo Natural – outubro de 2007

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: