jump to navigation

Antagonista Oral VLA-4 da Biogen Idec e UCB Entra em Desenvolvimento de Fase II Para Esclerose Múltipla 05/07/2007

Posted by Esclerose Múltipla in Espaço médico.
trackback

BRUXELAS, Bélgica e CAMBRIDGE, Massachusetts (Estados Unidos)–(BUSINESS WIRE)–A UCB (Euronext Brussels:UCB) e a Biogen Idec (NASDAQ:BIIB) anunciaram o início de um estudo de Fase II do CDP323 – um antagonista oral VLA-4 – sob desenvolvimento para esclerose múltipla (MS) reincidente-remitente. O estudo de Fase II randomizado e double-blind (avaliação sigilosa por pares) foi iniciado nesta semana com doses para o primeiro paciente. O estudo se destina a envolver mais de 200 pacientes com MS reincidente-remitente que tiveram falhas em tratamento anterior com beta-interferon. Em outubro último, as companhias assinaram um contrato para co-desenvolver e co-comercializar esse composto de pequena molécula.

O teste compara a segurança e a eficácia de duas doses da monoterapia de CDP323 com placebo em um período de seis meses. Essa é a primeira vez que pacientes com MS são expostos ao CDP323. Aproximadamente 50 centros médicos da Europa e dos Estados Unidos deverão participar desse estudo. Os resultados desse estudo de Fase II são esperados para o final de 2008.

“A esclerose múltipla afeta mais de um milhão de pessoas em todo o mundo e até agora nenhum tratamento oral estava disponível. Uma terapia oral representaria um avanço significante para os pacientes porque poderia lhes proporcionar uma opção nova e não-invasiva à administração de medicamentos”, disse o professor Chris Polman de neurologia do VU Medical Centre, Amsterdã, Países Baixos, principal investigador desse estudo.

Sobre o CDP323

O CDP323 é um antagonista VLA-4 de pequena molécula oralmente ativo. O perfil de segurança, tolerabilidade e farmacocinética do CDP323 foi avaliado em voluntários saudáveis em três estudos separados de Fase I. Os dados desses estudos foram relatados no Comitê Europeu Para Tratamento e Pesquisa de Esclerose Múltipla (ECTRIMS) de 2006. Os dados desses estudos iniciais apóiam o desenvolvimento adicional do CDP323.

Sobre a Esclerose Múltipla

A MS é uma doença crônica do sistema nervoso central que afeta aproximadamente 400 mil pessoas na América do Norte e mais de um milhão de pessoas em todo o mundo. É uma doença que afeta mais as mulheres do que os homens, ocorrendo entre 20 e 50 anos de idade. A MS é causada por danos na mielina, a camada protetora em torno das fibras nervosas do sistema nervoso central, que interfere nas mensagens do cérebro para o corpo. Os sintomas da MS podem incluir problemas de visão, perda de equilíbrio, dormência, dificuldade de locomoção e paralisia.

Sobre a UCB

A UCB (www.ucb-group.com) é uma companhia biofarmacêutica líder global dedicada à pesquisa, desenvolvimento e comercialização de produtos farmacêuticos e de biotecnologia inovadores nas áreas de distúrbios do sistema nervoso central, doenças alérgicas/respiratórias, distúrbios de imunidade e inflamatórios e oncologia. A UCB enfoca a garantia de uma posição de liderança em categorias de doenças graves. Empregando mais de 8.500 pessoas em mais de 40 países, a UCB obteve receitas de EUR 2,5 bilhões em 2006. A UCB tem suas ações negociadas na Euronext Brussels Exchange e sua sede mundial está localizada em Bruxelas, Bélgica.

Sobre a Biogen Idec

A Biogen Idec cria novos padrões de tratamento em áreas terapêuticas com altas necessidades médicas não atendidas. Fundada em 1978, a Biogen Idec é líder global na descoberta, desenvolvimento, fabricação e comercialização de novas terapias. Pacientes em mais de 90 países se beneficiam dos produtos significativos da Biogen Idec que tratam de doenças como linfoma, esclerose múltipla e artrite reumática. Para obter informações sobre rótulos de produtos, boletins de imprensa e informações adicionais sobre a companhia, visite www.biogenidec.com.

Declarações de Salvaguardas da UCB e Biogen Idec

Este boletim de imprensa contém previsões futuras relacionadas ao desenvolvimento do CDP323. O desenvolvimento de medicamentos envolve um alto grau de risco. Somente um pequeno número de programas de pesquisa e desenvolvimento resulta na comercialização de um produto. Os fatores que podem causar resultados atuais diferentes materialmente das expectativas atuais da UCB e Biogen Idec incluem o risco de que as companhias não possam demonstrar a segurança e a eficácia do CDP323 em cada estágio do processo de teste clínico; dificuldades técnicas relativas à fabricação do CDP323 podem ser encontradas; os padrões regulamentares aplicáveis podem não ser atendidos ou as autoridades regulamentadoras podem falhar em aprovar o CDP323; e outras dificuldades inesperadas podem ser encontradas.

Para obter informações mais detalhadas sobre os riscos e incertezas associados com as atividades de desenvolvimento de medicamentos da Biogen Idec, consulte a seção intitulada “Fatores de Risco” no relatório trimestral da Biogen Idec em Formulário 10-Q para o ano fiscal terminado em 31 de março de 2007, arquivado junto à Securities and Exchange Commission, bem como outros relatórios periódicos e atuais da Biogen Idec junto à Securities and Exchange Commission. A Biogen Idec não assume nenhuma obrigação de atualizar quaisquer previsões futuras, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou outros fatores.

Fonte: BusinessWire

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: