jump to navigation

Cientistas se unem para combater onda de informações falsas sobre células-tronco 07/06/2007

Posted by Esclerose Múltipla in Espaço médico.
trackback

A comunidade científica se uniu para combater uma enxurrada de informações falsas despejada desde que o Supremo Tribunal Federal (STF) iniciou o julgamento de uma ação do Ministério Público Federal contra o uso de células-tronco embrionárias humanas em pesquisas. Segundo reportagem do jornal “O Globo”, grupos contrários ao estudo de células de embrião têm difundido a idéia de que as células-tronco adultas são uma espécie de panacéia e podem substituir sem prejuízo as retiradas de embriões – o que não é verdade. Preocupados, especialistas lançaram o “Manifesto sobre Células Embrionárias”, apoiado pela Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE) e pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).O manifesto explica que não existe fundamento na idéia de que as células adultas são mais promissoras. Frisa ainda que não há no mundo qualquer uso médico de células-tronco adultas, além do transplante de medula óssea. Todo o resto é experimental e está a anos de distância da aplicação em medicina. O emprego das células de embrião é autorizado pela Lei de Biossegurança, mas uma ação movida pelo ex-procurador-geral da República Claudio Fonteles alega que ele é inconstitucional porque violaria o direito à vida.

Fonte: O Globo Online

%d blogueiros gostam disto: