jump to navigation

A força que não se vê 15/04/2007

Posted by Esclerose Múltipla in Qualidade de vida.
trackback

Dizem que ela move montanhas. A verdade é que a fé é uma espécie de refúgio para os momentos de crise. Veja a importância de acreditar em algo

JÁ DIZIA BLAISE PASCAL, o gênio francês nascido no século dezessete: “Muito débil é a razão se não chega a entender que há muitas coisas que a ultrapassam”. E realmente o mundo dos sentimentos humanos é ainda um rio de águas bem turvas e repleto de caminhos desconhecidos. Driblando os limites da lógica e da ciência, as pessoas explicam, com o coração, essas sensações que desencadeiam uma série de atitudes e mudanças na vida de cada um. Viver é encarar todos os dias uma verdadeira montanha-russa de emoções que por vezes nos assustam. Existem momentos, e em especial os mais difíceis, nos quais sentimos a necessidade de nos prender a algo, de acreditar que fazemos parte de um plano maior, de vislumbrar uma espécie de porto-seguro.

A essa capacidade, que a psicóloga Mariuza Pregnolato Tonouye considera inerente ao ser humano, damos o nome de fé: “o exercício da fé é um dos fenômenos mais antigos. Ninguém explica, simplesmente acontece”, afirma. Antigamente ligada ao sobrenatural e ao religioso, a fé hoje figura nos mais diversos campos de nossas vidas. Mariuza esclarece que esse sentimento está diretamente ligado à necessidade de consolo e auxílio: “As crenças contribuem para nosso bem-estar. Por muitas vezes estamos lidando com uma situaçãodolorosa e elas nos trazem conforto, nos fazem ver que nem tudo depende de nós. Independente da crença, fazemos parte de um ciclo no qual cada um cumpre um papel”, diz. Dessa forma, Mariuza acredita que a fé também pode ser encarada como uma divisão de responsabilidades, mas não deve ser colocada como meio único e definitivo para se alcançar um objetivo: “Acreditar em Deus, na vida, nas pessoas, no curso natural das coisas é muito importante, mas precisamos ter em mente que em toda situação existe uma parcela que deve ser feita por nós próprios. Mesmo com vínculos religiosos temos de dar o melhor de nós para atingirmos nossas metas”. Conheça agora algumas situações nas quais você pode e deve exercitar sua fé, acreditando que o desfecho da situação, seja qual for, trará consigo uma bagagem muito positiva.

[“Acreditar em Deus, na vida, nas pessoas, no curso natural das coisas é muito importante, mas em toda situação existe uma parcela que deve ser feita por nós próprios.”

Concurso importante

Chegou o temido dia! É hoje que você vai prestar o concurso para a sonhada vaga naquela empresa. Você se preparou bastante, mas ainda conta com uma insegurança muito forte.
SUGESTÃO Você estudou e tem uma imensa força de vontade, ou seja, está fazendo a sua parte. É importante que relaxe para que possa se concentrar na prova e assim mostrar o seu potencial. Acredite na sua capacidade, no seu preparo e na possibilidade de ser escolhida para preencher a vaga. Energias positivas e otimismo são poderosos aliados! Tenha fé em si mesma, na vida e saiba que certamente existe algo reservado para você. Se não for dessa vez, os estudos trouxeram preparo para uma nova oportunidade que certamente aparecerá.

Hora do voto

O cenário político é um assunto sempre polêmico e que muitas vezes nos desanima. O que fazer se já perdemos a confiança nos governantes?
SUGESTÃO Antes das votações é necessário tentar conhecer melhor a proposta dos candidatos, afinal são eles que defenderão nossos interesses. Eles nada mais são do que representantes das necessidades públicas e é por elas que devem trabalhar. Por isso, ao votar, seja consciente de que está depositando sua esperança no melhor. Confie nas possibilidades de mudanças e na democracia, sem esquecer que você é parte integrante disso tudo.

Doença grave

Você soube que uma parenta muito querida sofre de câncer. A doença dela está em estágio avançado e os médicos, embora lutem, não parecem muito otimistas. Nessas horas, costumamos nos deparar com uma revolta bastante grande. Como devemos agir?
SUGESTÃO Momentos assim se tornam menos difíceis para pessoas que têm alguma crença religiosa e que confiam que um ser superior olha por elas e organiza suas vidas da melhor forma. Algumas se prendem a orações, outras meditam, outras fazem promessas. O importante é acreditar que os médicos farão o melhor. Seja qual for sua crença, tenha fé que o desfecho será positivo e que a experiência em questão é necessária para o crescimento da pessoa doente.

Nada dá certo

Existem fases em que tudo parece dar errado. É o emprego que não vai bem, o relacionamento está abalado, brigas constantes em família, acúmulo de tarefas. Aí, quem entra em cena é o pessimismo.
SUGESTÃO Expulse-o de sua vida que pode e deve ser muito feliz. Tenha fé que coisas boas estão para acontecer e propicie o surgimento das oportunidades. Insatisfeita com o emprego? Faça um curso, uma reciclagem, organize-se! Se o problema é o relacionamento, sente, converse, mude, fuja da rotina! A família está incomodando ou será que é você que tem feito de tudo uma tempestade? Existem coisas que exigem nossa dedicação. Não adianta pedir aos céus melhoras e ficar de braços cruzados! Confie que tudo pode mudar e faça acontecer.

Fonte: Revista Estilo Natural

%d blogueiros gostam disto: