jump to navigation

Uma vitamina pode aliviar a esclerose múltipla progressiva crônica? 20/09/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Espaço médico, Qualidade de vida, Utilidade pública.
trackback

Pesquisadores encontraram uma maneira de proteger pessoas com esclerose múltipla (EM) de deficiências severas a longo prazo: aumentar os níveis de um composto vital do sistema nervoso chamado nicotinamida-adenina dinucleotídeo (NAD), dando o seu precursor químico.

As terapias atuais para a EM dirigem-se principalmente à fase remitente-recorrente da doença, mas alguns destes têm efeitos colaterais severos e a maioria dos pacientes eventualmente entra numa fase progressiva crônica para a qual não há nenhum tratamento bom. Usando um modelo animal (rato) da EM, os pesquisadores do Programa de Neurobiologia do Children’s Hospital Boston encontraram uma forte evidência de que um composto barato, prontamente disponível, pode proteger contra danos aos nervos na fase progressiva crônica, quando as deficiências mais sérias ocorrem. Seus achados aparecem em um artigo de capa do Journal of Neuroscience (20 de setembro).

Fonte: Children’s Hospital Boston – News

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: