jump to navigation

Terapias ao alcance de todos 02/09/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Qualidade de vida, Utilidade pública.
trackback

Acupuntura, homeopatia, fitoterapia e termalismo, ferramentas da medicina complementar, acabam de ter o valor terapêutico reconhecido pelo Ministério da Saúde, que recomendou sua adoção pelas unidades de saúde do SUS (Sistema Único de Saúde).

“Agora pessoas carentes também poderão ter acesso a esses tratamentos”, diz o farmacêutico Francisco Batista Júnior, membro do Conselho Nacional de Saúde (CNS) órgão responsável pela aprovação do projeto.

A medida, porém, é polêmica, pois autoriza que profissionais não médicos realizem esses procedimentos. Segundo o Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp), o risco é o de mascarar doenças mais sérias. “A acupuntura pode aliviar dores de cabeça provocadas por um tumor”, exemplifica o anestesiologista Desiré Carlos Callegari, presidente do Cremesp.

O CNS alega que enfermeiros, fisioterapeutas e dentistas também estão capacitados a aplicar essas terapias dentro de suas respectivas áreas, mas ressalta que o diagnóstico só os médicos podem fazer. Antes de tentar uma delas, portanto, consulte um especialista.

Fonte: Revista Saúde, julho de 2006

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: