jump to navigation

Não esqueça a ressonância anterior! 03/06/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Utilidade pública.
trackback

Para avaliar o aparecimento de novas lesões, o aumento ou a diminuição das antigas e outros dados importantes para o manejo do paciente, o médico necessita comparar as imagens da ressonância nuclear magnética (RNM) anterior com a atual. Ler na folha de evolução a descrição da última RNM, para comparar com a presente, não é tão fiel quanto ver as imagenens, portanto, não esqueça de levar para a consulta a ressonância anterior!

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: