jump to navigation

Crônica Botox 28/05/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Utilidade pública, Você sabia?.
trackback

Dr.Paulo Cesar Trevisol Bittencourt
Professor de Neurologia/UFSC

botox.JPG“Toxina botulínica é aquela mesma velha conhecida das nossas avós; elas a temiam quando faziam suas conservas artesanais e por isso mesmo tinham cuidados especiais no seu preparo. Elas sabiam de uma doença antiguíssima e freqüentemente fatal chamada botulismo – paralisia do corpo devido intoxicação por toxina botulínica veiculada em conservas mal preparadas. Pois bem (deveria escrever pois mal), pesquisadores na década de oitenta, descobriram nela uma boa alternativa para tratamento sintomático de diversas condições neurológicas que cursam com rigidez muscular ou distonia. E realmente é mister lhes dizer que ela poderá ser de grande utilidade em algumas destas situações. Todavia, extrapolou-se abusivamente sua indicação e atualmente, pasmem, ela concorre com a cirurgia plástica no mórbido afã de perpetuar beleza estética. E definitivamente virou moda social. Assim como temos alopatas, homeopatas, agora temos também os botoxisopatas que usam “à bangu” seu poderoso “medicamento” anti-velhice.”

Leia a crônica BOTOX na íntegra (clique aqui)

Anúncios

Comentários

1. Paulo César Trevisol Bittencourt - 13/08/2006

Agradeço ter disponibilizado minha crônica na sua bela página. Leio aqui ao lado algo que me chamou a atenção “Excesso de corticóides provoca osteoporose”. Alegra-me perceber que as pessoas estão se dando conta do óbvio. Veja, qualquer veneno usado com sabedoria vira remédio e todo remédio usado sem sabedoria é causa de desgraças mil. Corticóides foram, melhor dizer estão sendo, o infortúnio de muitas pessoas sofredoras de “Inflamação Múltipla” (expressão mais elegante e apropriada que a horrenda “esclerose múltipla”)). Aliás, é oportuno iniciar um processo de questionamento sistemático sobre a eficácia das “maravilhosas drogas” oferecidas diuturnamente pela indústria farmacêutica. Subverter consciências é muito fácil atualmente e este sintoma de ética fragilizada abre caminho para a praga da propaganda enganosa, da qual neurologistas e neurológicos são presa fácil. Vida longa a sua página crítica e espirituosa também. Grande abraço, Paulo.

2. Esclerose Múltipla - 13/08/2006

Dr. Paulo,

Nós é que agradecemos pela visita e pelos gentis elogios! Ficamos muito felizes quando profissionais nos deixam suas impressões.

Seus comentários são extremamente pertinentes e tomamos a liberdade de reproduzi-lo no post sobre corticóides.

Apareça e comente sempre que desejar!

Abraços.


Sorry comments are closed for this entry

%d blogueiros gostam disto: