jump to navigation

Estudo piloto mostra possível ação adjuvante do Hidroxizine na EM: novos estudos são necessários 27/05/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Espaço médico.
trackback

mastocito.gif

Os mastócitos (imagem acima) são células encontradas em quase todos os tecidos. No modelo animal da esclerose múltipla (encefalomielite auto-imune experimental), os mastócitos que residem no endotélio (parede dos vasos), quando ativados, aumentam a permeabilidade da barreira sanguínea do cérebro liberando substâncias que aumentam a inflamação, como a histamina. Fatores que determinam a ativação dos mastócitos, como o estresse, tem sido correlacionados com as exacerbações da EM. Sabemos que os bloqueadores de receptores histamínicos 1, utilizados no tratamento de condições alérgicas, diminuíram a severidade da encefalomielite autoimune experimental.

Pesquisadores do AHEPA Hospital (Thessaloniki, Grécia), realizaram um ensaio clínico piloto (open label) para averiguar a capacidade do hidroxizine reduzir os sintomas da EM. Consideraram o hidroxizine, um antagonista dos receptores de histamina-1, por sua capacidade de inibir parcialmente os mastócitos e as suas propriedades ansiolíticas.

Investigaram os efeitos na EM da solução oral de hidroxizine (100 mg/dia), junto com a cafeína (200 mg/dia) para reduzir a sedação. Vinte pacientes (8 homens e 12 mulheres) com EM surto-remissão ou progressiva com surtos completaram o estudo (12 +/- 1 mês) e foram avaliados através de escalas de incapacidade.

A maioria dos pacientes em uso de hidroxizine (75%) permaneceu estável ou com melhoras neurológicas e todos, com exceção de um, apresentaram melhora do humor.

O hidroxizine poderia ser um adjuvante na EM, mas o número pequeno de pacientes e o curto período de avaliação do estudo impossibilitam qualquer conclusão definitiva. Um estudo duplo-cego, placebo-controlado, é necessário.

Fontes:

Logothetis L, Mylonas IA, Baloyannis S, Pashalidou M, Orologas A, Zafeiropoulos A, Kosta V, Theoharides TC. A pilot, open label, clinical trial using hydroxyzine in multiple sclerosis. Int J Immunopathol Pharmacol. 2005 Oct-Dec;18(4):771-8.

Dimitriadou V, Pang X, Theoharides TC. Hydroxyzine inhibits experimental allergic encephalomyelitis (EAE) and associated brain mast cell activation. Int J Immunopharmacol. 2000 Sep;22(9):673-84.

Imagem: Células e órgãos do nosso sisteme imune. Escola Paulista de Medicina.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: