jump to navigation

Adolescente pesquisa cura para EM 26/05/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Você sabia?.
trackback

O rapaz de notas altíssimas iniciou seu e-mail com um pedido simples:

“Eu desenvolvi um projeto de pesquisa, ‘A expressão do TNF R1 e R2 Durante a Diferenciação da Oligodendroglia’, e preciso urgentemente de um orientador.”

Lev Shaket, de 17 anos, ingressará na Universidade de Harvard, nos EUA, ainda este ano. Ele iniciou suas pesquisas em esclerose múltipla com cientistas das universidades de Emory e Georgia há três anos, depois de saber que seu pai tinha a doença.

“Eu vejo a EM pelo lado positivo: a doença fez com que eu iniciasse minha carreira e buscasse tratamento e cura para ela.”

Assim que descobriram a EM em seu pai, Lev começou a devorar todas as informações online sobre a doença. Depois enviou e-mails para pesquisadores de Emory, expressando seu desejo de pesquisar com eles (omitindo o fato de seu pai ter EM). Deu certo.

Fonte: The Atlanta Journal-Constitution

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: