jump to navigation

O adoecimento do portador de EM: percepções e vivências a partir da narrativa de dois casos clínicos. 23/05/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Espaço médico.
trackback

Autoras: Cíntia Carla Resende da Costa(1), Juliana Lima Fonteles(2), Liana Rocha Praça(3), Ângela Cardoso Andrade(4)

Resumo (para obter o artigo completo clique aqui):

A Esclerose Múltipla (EM) é considerada a principal doença neurológica inflamatória crônica no grupo das doenças desmielinizantes, caracterizada por episódios repetidos de disfunção neurológica com remissão variável.

Este estudo teve como objetivo compreender as percepções e vivências dos portadores de EM, mostrando esta doença sob a visão daqueles que sofrem e suas representações subjetivas da doença.

Tratou-se de um estudo qualitativo ancorado nos pressupostos da fenomenologia, realizado com duas mulheres portadoras de Esclerose Múltipla, em diferentes fases da doença: uma com dezenove anos de acometimento e outra com um ano de agravo.

Como recurso metodológico, foi utilizada a entrevista semi-estruturada a fim de configurar o campo dialógico entre os pares da investigação.

Os resultados encontrados, a partir da análise do material, foram sintetizados em um modelo interpretativo, no qual as unidades de significação puderam ser agrupadas em três grandes temas centrais: representação da doença, o sofrimento de ser portador e o entorno social.

Conclui-se que é muito importante os profissionais da saúde saberem sobre os aspectos clínicos concernentes à Esclerose Múltipla. Dentre os achados de maior relevância, pôde-se destacar a desesperança do paciente terminal de EM frente às inúmeras dúvidas que envolvem a doença.

1) Fisioterapeuta, Especialista em Fisioterapia Neurológica Funcional pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR).
2) Fisioterapeuta, Especialista em Fisioterapia Neurológica Funcional e Fisioterapia Cardiorrespiratória (UNIFOR).
3) Fisioterapeuta, pós-graduada em Fisioterapia Neurológica, professora da Faculdade Integrada do Ceará (FIC).
4) Psicóloga, Mestra em Saúde Pública pela Universidade Federal do Ceará. Professora assistente da UNIFOR.

Fonte: Universidade de Fortaleza – UNIFOR

Citado por Tica e Teca

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: