jump to navigation

A Fantástica História do Cérebro de Carl Zimmer 20/05/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Terapia Ocupacional.
trackback

zimmer.jpg

“Cinco bilhões de anos atrás, nossos ancestrais já haviam se tornado bípedes eretos, que provavelmente se deslocavam em bandos, liderados por um punhado de indivíduos mais fortes.

Desenvolveram a capacidade de entender as mentes de outros indivíduos e prever o que estes outros fariam. Encontraram a felicidade na cooperação e na confiança mútua, o que os ajudou a buscar comida e abrigo em grupo.

O resultado dessa evolução foi um incrível computador social. O cérebro humano pode fazer uma série de juízos inconscientes sobre outras pessoas, reconhecendo seus rostos, avaliando suas emoções e analisando seus movimentos numa fração de segundo.

Nos últimos anos, os neurocientistas vêm mapeando as redes que possibilitam essa inteligência social e uma das mais extraordinárias descobertas que fizeram foi a de que a imagem do cérebro quando pensa sobre os outros não é nada diversa da imagem do cérebro quando pensa em si mesmo.

Alguns neurocientistas acham que a melhor explicação para isso é que os primeiros hominídeos foram capazes de entender os outros antes de conseguir entender a si própios.”

O nome do livro já diz tudo. É realmente fantástica a história e a narrativa nos faz viajar no tempo.

Não dá para deixar de ler.

Fonte: A Fantástica História do Cérebro. Carl Zimmer. Editora Campus, Rio de Janeiro.

Ainda está com dúvidas se quer ler o livro? Então saboreie mais um pouco do conteúdo na Revista Galileu.

Citado por Tica

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: