jump to navigation

As borboletas misteriosas da alma 18/05/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Espaço médico, Você sabia?.
trackback

neuron.jpgO cérebro humano é a estrutura mais complexa do universo. Pesa ao redor de um quilo e meio, mas contém tantos neurônios quantas estrelas a Via Láctea: 100 bilhões.

Para dar idéia da complexidade de nosso sistema nervoso, vale lembrar que em um milímetro cúbico de tecido cerebral existem 100 mil neurônios que estabelecem 1 bilhão de conexões uns com os outros. Se medíssemos uma por uma todas as ramificações que essas células apresentam, chegaríamos à conclusão de que o cérebro contém uma fiação de 100 mil quilômetros, duas vezes e meia a circunferência da Terra.

A curiosidade pelo funcionamento do cérebro é muito antiga. Existe farta documentação de esqueletos de 10 mil anos que exibem um buraco regular no topo da cabeça, procedimento ainda hoje utilizado com o nome de trepanação. Pelas características da ossificação no local, é possível concluir que esses orifícios foram abertos em pessoas vivas, e não como parte de qualquer ritual depois da morte. Há forte suspeita de que essas trepanações tenham sido realizadas por médicos para tratar cefaléias e doenças mentais, talvez com o propósito de abrir caminho para os maus espíritos abandonarem o cérebro.

Mais:

Teorias sobre a fisiologia e funcionamento cerebral
Entendendo o cérebro: base física da mente humana
Neurônios: as misteriosas borboletas da alma
Teoria neuronal e a Neurociência moderna
Desvendando a linguagem físico-química entre os neurônios
Ação específica dos neurotransmissores
NGF – Fator de crescimento dos neurônios e morte planejada
Plasticidade dos circuitos cerebrais
Características semelhantes do sistema nervoso na escala zoológica

Fonte: Site do Dr. Drauzio Varella

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: