jump to navigation

Qual a contribuição da desmielinização para a perda axonal na EM? 06/05/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Espaço médico.
trackback

O estudo publicado no jornal científico Brain (2006) por um grupo de investigadores do Departamento de Neurologia Clínica da Universidade de Oxford, no Reino Unido, encontra as primeiras pistas de que a desmielinização pode não ser o determinante básico da perda axonal na medula espinhal.

A noção tradicional de que a esclerose múltipla é uma doença basicamente desmielinizante levou a uma visão centrada na placa como a responsável pela etiologia e patogênese da progressão da doença. A presença de perda axonal tem recebido reconhecimento crescente. Entretanto, os papéis relativos da desmielinização e da perda axonal não foram esclarecidos inteiramente na EM, nem suas possíveis inter-relações elucidadas.

O material pós-mortem do cérebro, tronco encefálico e medula espinhal de 55 pacientes com EM, foi tingido para a mielina. Dos 55 pacientes com EM (29 homens), a faixa etária foi de 25-83 anos (média = 57,5 anos) e a duração da história da doença variou de 2 a 43 anos (média = 17,1 anos).

A carga de placa foi calculada pela soma proporcional relativa da área de placa e comparada com a área total de substância branca dos tratos corticoespinhais e sensoriais em cada nível. Isto foi relacionado às estimativas da densidade axonal e do número total dos axônios nestes tratos da medula espinhal.

Os resultados indicam que a carga de placas não teve correlação com o peso do cérebro. Inesperadamente, após o ajuste para o sexo, a idade e a duração da doença, as correlações entre a carga total das placas e a perda axonal nos tratos corticoespinhal e sensoriais eram fracas ou ausentes em cada nível investigado.

Como houve pouca correlação entre a carga da placa e perda axonal, a possibilidade de que a desmielinização não seja o determinante básico da perda axonal da medula espinhal justifica consideração.

Fonte: Deluca GC, Williams K, Evangelou N, Ebers GC, Esiri MM. The contribution of demyelination to axonal loss in multiple sclerosis. Brain. 2006 Apr 5.

Citado e editado por Tica

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: