jump to navigation

Terapia com células-tronco mata 8 pessoas em SP 01/04/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Utilidade pública.
trackback

Este é o título da matéria escrita por Ricardo Westin que os interessados poderão encontrar clicando aqui.

Este é o trecho da matéria que chamou bastante atenção:

“Procurada pelo Estado, a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) não soube informar quantos experimentos semelhantes estão em andamento no País.”

Lamento por estas perdas e pergunto: Quantas mortes ainda não foram divulgadas? A terapia com células-tronco não é isenta de riscos, mas quem se submete está, na maioria das vezes, no limite máximo do sofrimento humano e apelando para qualquer recurso. Será tratado como mero objeto de lucro por grupos não qualificados e de má fé. Este mês o Cremesp* suspendeu o exercício profissional de dois médicos que realizavam falso tratamento à base de células-tronco.

Para que os pacientes não caiam em mãos inescrupulosas, os grupos sérios e qualificados necessitam financiamento para dar continuidade aos estudos com células-tronco. É o que está ocorrendo na Faculdade de Medicina do ABC, em Santo André, onde os pesquisadores buscam apoio financeiro da sociedade civil, prática comum no exterior.

Antes de optar por esta terapia o paciente e a família devem obter o máximo de informações e escolher médicos devidamente preparados para tal prática numa instituição que siga as normas de ética preconizadas pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa. Para maiores esclarecimentos procurar o Conselho de Medicina Federal ou Regional.

*Cremesp: Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo.

Alguns textos disponíveis na rede:

Mayana Zatz no sítio de Dráuzio Varella aborda vários aspectos do tema Células-Tronco.

A Revista Com Ciência tem um número chamado Células-Tronco, de 2004, com artigos e reportagens, editado por Carlos Vogt, Rafael Evangelista e Simone Pallone.

MOVITAE é uma “Organização da Sociedade Civil de Interesse Público que luta, por meio de informação e orientação, para promover a vida com qualidade e perspectiva de cura, para portadores de doenças graves, cuja única esperança de cura provêm das pesquisas cientificas com células tronco.”

Anúncios

Comentários

1. Ines Aparecida Barbosa - 12/04/2007

Boa noite gostaria de saber porque nunca é falado nos estudos de celulas tronco para distrofia muscular? Eu sei que é estudado muito sobre isso , mas toda vez que vejo alguma reportagem sobre a celula tronco embrionaria só fala sobre coração alzaimer, mas nunca sobre a distrofia? Meu filho tem 11 anos e tem duchenne e eu tenho muitas esperanças ainda , mas gostaria que se lembrassem que nos mães queremos falem para gente ter um pouco de esperenças que alguem sabe que nos existimos!

2. Bianca Muniz - 14/04/2007

Cara Ines,

Boa noite. Infelizmente, muitas doenças só aparecem na mídia pela pressão dos interessados. É muito triste.

Uma pesquisa rápida no goolge notícias do Brasil não encontramos nada hoje. Ao contrário dos EUA http://news.google.com/nwshp?ie=UTF-8&oe=UTF-8&hl=en&tab=wn&q=stem+cell+duchenne

Fica aqui o seu protesto e um grande abraço com muita paz para você e o seu filho.


Sorry comments are closed for this entry

%d blogueiros gostam disto: