jump to navigation

Diretrizes para o tratamento da esclerose mútipla com drogas imunomoduladoras 09/03/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Espaço médico.
trackback

O tratamento de pacientes com esclerose múltipla (EM) com imunomoduladores e, mais recentemente, com imunossupressores, modificaram o curso natural da doença nos últimos anos. Nos últimos anos a demanda crescente na prescrição desses medicamentos, a aprovação de novos imunomoduladores para tratamento e seu alto custo, tem motivado nas sociedades neurológicas de vários países a elaboração de protocolos e recomendações para seu uso.

Recomendações do Departamento Científico de Neuroimunologia da Academia Brasileira de Neurologia (DCNI-ABN) elaboradas a partir de reunião realizada em julho de 2004, no Rio de Janeiro, e submetido análise por via eletrônica de todos os membros do DCNI-ABN e, após as devidas alterações propostas pelos mesmos, aprovado em reunião do DCNI-ABN durante o Congresso Brasileiro de Neurologia, em outubro de 2004, em Brasília.

Recomendações:

Fonte: ACADEMIA BRASILEIRA DE NEUROLOGIA. Departamento Científico de Neuroimunologia. Diretrizes para o tratamento da esclerose mútipla com drogas imunomoduladoras. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. set. 2005, vol.63, no.3b [citado 09 Março 2006], p.892-895.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: