jump to navigation

Câmara de Lisboa ajuda deficiente motor 03/03/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Utilidade pública.
trackback

A Câmara Municipal de Lisboa instalou uma plataforma elevatória num prédio sem elevador para ajudar uma mulher que sofre de esclerose múltipla. A iniciativa da autarquia surgiu no âmbito do Programa «Casa Aberta», um projecto de parceria com a Liga Portuguesa de Deficientes Motores e com a Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral.

Júlia Lourenço, de 56 anos, sofre de esclerose múltipla e subir e descer os 56 degraus do prédio tornou-se impossível. Portadora da doença há mais de 20 anos, Júlia contou à TVI que tem vindo a perder as capacidades motoras. Agora, com a nova cadeira instalada no prédio tem a vida mais facilitada. Júlia Lourenço tem assim uma ajuda preciosa que lhe permite chegar à rua, mas ficam ainda muitas barreiras para ultrapassar.

Esta nova iniciativa do Programa «Casa Aberta» junta-se às 125 intervenções já feitas, desde 1990, quer a nível de instalação deste tipo de plataformas quer de obras de adaptação das casas.

O projecto «Casa Aberta» destina-se a habitantes de edifícios municipais ou particulares, do concelho de Lisboa, que tenham dificuldades motoras. Sendo assim, o objectivo é oferecer alguma independência e autonomia às pessoas com este tipo de problemas

Fonte: TVI, Televisão Independente: http://www.tvi.iol.pt/informacao/noticia.php?id=642179

Anúncios

Comentários

1. Fátima Paiva - 05/12/2006

É muito positiva a ajuda dada a esta Senhora. Só quem conhece a E.M. sabe as dificuldades dos portadores e as limitações que estes doentes sofrem no dia a dia.

2. Gustavo - 09/03/2007

– Muito boa esta matéria sou da região das de Leiria mais propriamente das Caldas da Rainha e neste momento econtro-me a fazer um trabalho sobre as dificuldades destes pessoas sem um mundo adaptado a elas


Sorry comments are closed for this entry

%d blogueiros gostam disto: