jump to navigation

Como usar a Ouvidoria Geral do SUS? 02/03/2006

Posted by Esclerose Múltipla in Utilidade pública.
trackback

Tipos de representações que a Ouvidoria Geral do SUS pode receber: Os tipos de representações pode ser classificadas em: Elogios
Sugestões
Reclamações
Denúncias
Como Enviar sua representação: Por e-mail: utilize a opção de ENVIAR MENSAGEM
Por telefone: Disque Saúde 0800-61-1997 (ligação gratuita)
Por Tel/Fax:: (61) 3448-8926 e 3448-8900
Por carta, envie carta para: Ouvidoria Geral do SUS. Ministério da Saúde. SEPN 511, Bloco C, Ed. Bittar IV 1º subsolo. CEP: 70750-543 Brasília – DFSOBRE A IDENTIFICAÇÃO DO CIDADÃO A identificação é obrigatória? Não. É opcional. Contudo, se você optar pelo anonimato, a Ouvidoria não poderá informá-lo acerca do resultado de sua representação. Caso queira identificar-se e manifestar o interesse de que sua identidade seja resguardada, a Ouvidoria assume o compromisso de mantê-la em sigilo. E no caso de denúncias? Nos casos que envolvem apuração e investigação, não basta ligar ou enviar uma mensagem e fazer a denúncia. A Ouvidoria precisa de um relato completo do assunto, documentos comprobatórios, bem como tudo o que possa servir como subsídio para viabilizar o encaminhamento da solução. Recomendamos que o cidadão oficialize a denúncia, por escrito ou gravação e com seus dados pessoais de identificação (a denúncia pode ser anônima, caso do cidadão não queira identificar-se).Existe um modelo para correspondência (carta ou fax)? Não. Você pode escrever da forma como achar melhor, mas é fundamental que as informações sejam precisas e completas para a agilização do encaminhamento a ser dado à questão.Quanto tempo devo esperar para obter uma resposta? Procuramos agir o mais rápido possível. Algumas questões poderão demandar um tempo maior para resposta, especialmente quando houver necessidade de encaminhamento para outras áreas, instituições ou esferas de governo. Entretanto, garantimos que enquanto não houver resposta para o cidadão, a Ouvidoria estará acompanhando o caso.Alguns exemplos de casos que podem ser intermediados: Recusa a internação em Hospital do SUS;
Negativa em prestar informações sobre o atendimento em Posto de Saúde;
Recusa em fornecer cópias de documentos do prontuário do paciente;
Cobrança pelo atendimento feito pelo Sistema Único de Saúde, tanto do médico quanto do anestesista;
Negativa em permitir acompanhantes para menores de 12 anos e maiores de 60 anos de idade;
Não cumprimento da legislação referente à cobertura dos planos e seguros de saúde;
Condições inadequadas de higiene e instalações sujeitas à fiscalização sanitária. Fonte: Portal da Saúde do Ministério da Saúde – Ouvidoria http://dtr2001.saude.gov.br/ouvidoria/

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: